segunda-feira, dezembro 12, 2011

Moda quimioterapia para o verão 2011/2012.

Pra mostrar pra vocês que eu entendo tudo de moda quimioterapia, vou hoje dar algumas dicas.

Antes de tudo, um exemplo:


Lenços e perucas estão totalmente OUT neste verão. Dê um tapa na cara da sociedade e assuma a sua careca com aspectos fortes de caminho de rato. Nem ligue se ficar parecendo o Smeagol do Lords of the Rings. Lembre-se que no mundo da moda ser chocante e provocativo é sempre IN.

A máscara é um elemento a mais para o visual, use e abuse da sua baixa imunidade pra arrasar nas ruas. As pessoas vão ficar olhando pra você como se você fosse uma aberração contagiosa, mal sabem elas que as aberrações contagiosas são elas e que você só está lutando por sua vida, portanto, se protegendo do mal que elas podem te causar.

A cara gorda de lua cheia está sempre em alta no mundo da quimioterapia. Corticoides também nunca caem de moda, são como o pretinho básico da quimioterapia, deixando o rosto parecendo uma linda bacia redondíssima e fazendo o corpo ganhar aqueles tão desejados quilinhos extras cobiçadíssimos principalmente no verão (no caso da modelo, 30 kg extras).

Um elemento a mais que está arrasando nas últimas estações é a cicatriz modernésima do Porto Catch5 dedinhos abaixo do ombro direito. Nada mais moderno no mundo da quimio que poder desfrutar sem uma trombose desse acessório de titânio implantado em sua veia cava. Heparinizar frequentemente é só um detalhe quase insignificante.

As bolinhas parecendo catapora pelo corpo e as olheiras de dar inveja a qualquer zumbi e as unhas enegrecidas (com aspecto parecido com quando fechamos a a porta do carro e prendemos o dedo nela) dispensam qualquer maquiagem ou esmalte, deixando o look natural e ousado. Nada melhor e mais bonito do que naturalidade, não acham?


Acho que por hoje é só. Qualquer dia enumero mais alguns aspectos significativos da moda quimio para a estação.

:*

9 comentários:

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Aline, creio que você não leu ainda: http://zerobertoballestra.blogspot.com/2011/12/os-algozes-da-oncologia.html

abs


P.S.: sugestão prática; você poderia datar seus posts na publicação, Aline. Que tal?

Grazi Campos disse...

Ri muito com este post, é totalmente verdadeiro e engraçado!!! Já passei por isso e hoje digo que dá pra rir disso tudo! Parabéns pelo teu senso de humor!!!

C@rin disse...

Cuidado com sua ironia. Talvez sua revolta esteja aflorando de uma forma que você nem perceba...

Já pensou em colocar uma peruca, maquiagem, uma roupa nova e um belo sorriso?

Tempos atrás eu diria que isso era fuga da realidade, mas hoje, depois de mais de 3 anos, sei que quando temos pena de nós, é exatamente quando pioramos. E quando nos embelezamos por fora, o sorriso ecoa por dentro e nos torna mais fortes para enfrentar o que for preciso.

Nem os médicos e enfermeiras do TMO me viram careca, sabiam que eu estava de peruca, mas nunca deixei que me vissem assim. A beleza nos ajuda a participar mais do mundo sem sermos vistos como ET's. Não somos nada além de seres humanos - em tratamento - cheios de sonhos, de idéias, de vida!

Grande abraço,

C@rin

Dinor Chagas disse...

Olá Aline

Saúde e paz.

Achei sensacional sua veia cômica, evidenciada no seu texto.

Mas, concordo em gênero, número e grau com os comentários da C@rin.

Ah, você, na foto do seu perfil, está linda. Tem vaidade feminina aí e isso é muito bom. Não perca nunca isso. Retome quem você é. Existe um remédio na fala da C@rin que está ao lado da cura de todos os nossos males. Leia milhões de vezes o que ela escreveu e irá se recordar até o último dia de sua vida, bem lá no fim de tudo,quando estiver com seus cabelos totalmente alvos e seus netos apresentarem seus filhos... Força sempre, Aline.
Parabéns, C@rin, pela verdade.

As três partes de mim disse...

Desculpem-me, Carin e Dinor, mas não acho que uma peruca vá fazer bem a mim. Eu sofro e sofro muito com isso, e o humor me alivia. Exatamente ao contrário do que a Carin disse. Cada um tem sua forma de extravasar os sentimentos.
Eu acho que colocar uma peruca vai me fazer trair a mim mesma e ao momento pelo qual estou passando. Ao contrário da Carin, nunca uso nada na cabeça e deixo que todo vejam a minha careca. Eu sou um monstro por acaso? A falta de cabelo me faz ser menos mulher? Me faz ser menos vaidosa, menos bonita, menos humana? Acho que não. Tenho orgulho da minha careca, ela mostra a todos que eu sou uma guerreira e que encaro de frente o meu problema, que não me escondo dele. Ou será que eu preciso voltar a ter cabelo pra voltar a ser bonita, não posso ser bonita assim como estou?

Anônimo disse...

Olá Aline, como vai?

Faço parte da equipe de Fundamento Digital, uma agência de comunicação focada em mídias digitais e que está fazendo um trabalho sem qualquer cobrança, para a ABRALE – Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia. A partir da próxima terça, dia 7 de fevereiro, a ABRALE vai fazer uma campanha para arrecadar doações usando mídia de massa como a TV, revista e internet, e na qual contaremos com o apoio e o testemunhal do ator Reynaldo Gianecchini, que também não está cobrando qualquer cachê. Será a primeira vez, em seus 9 anos de história, que a ABRALE realiza uma campanha do gênero.

Confiamos que o papel da ABRALE como agente da sociedade civil capacitado para fomentar, fiscalizar, estimular e divulgar o que for relevante em termos de política pública e rede de atenção ontológica no Brasil será cada vez mais importante. Para construir uma sede que nos permita a realização de tais atividades e para criar um fundo de investimento que garanta a independência de nossa operação precisamos engajar as pessoas em nossa causa.

Optamos por uma comunicação positiva, que fale sobre a solidariedade e o quanto isso faz a diferença na vida e na luta das pessoas. Uma campanha que procura mostrar uma verdade: a força com que as pessoas enfrentam esse desafio, sem negá-lo, mas também sem se resignar a ele. Queremos que as pessoas conheçam a ABRALE através de uma mensagem ao mesmo tempo simples e poderosa: a de que toda a ajuda conta. Afinal, essa luta é de todos e a solidariedade é uma condição natural do ser humano.

Queremos muito contar com o apoio do seu blog nesta iniciativa – estamos desenvolvendo uma espécie de kit de divulgação para blogueiros especiais, como você, que sabem como esta situação é difícil e é importante contar com ajuda em casos como este. Nosso kit terá opções de selos e banners para colocar no blog, além de opções em vídeo e áudio para que você possa sensibilizar seus leitores por esta causa.

Podemos contar com o seu apoio?
Se sim, mande um email para lbocalon@fundamento.com.br para enviar os kits!

Um grande abraço,
Larissa

Dag Veloso disse...

Nooossa! Sei bem como é tudo isso que escreveu...
Aline, tenho um blog também e se chama Coisas de Daguinha, www.dagveloso.blogspot.com
se quiser dar uma olhada.
Sou portadora de mieloma multiplo há 7 anos, fiz um transplante e ainda estou em tratamento. Na verdade, faço quimioterapia mas mesmo com as dificuldades eu vivo normalmente, moro sozinha, ando de moto pra todo lado (exceto nos dias da quimio) e me cuido.
Não sei como está sua vida mas saiba que tudo que vem também vai, não somos doentes, estamos doentes e isso significa que vai passar.
De vagar vou lendo todo seu blog, tá?
Você escreve muito bem e isso já é motivo pra eu voltar aqui... rsss
Beijão
Tenho um face, se quiser me adc nele, é Dag Veloso.
Beijos.

Gigi disse...

Oi Aline,

O que eu ri, lendo seu post. Te entendo, eu propria sou assim. Nunca uso maquiagem, nem sou dada a grandes vaidades.

Logo, quando estove doente, com im linfoma tambe´m não me cuidava muito por fora, nunca useu peruca, mas usava lenços e gorros, mas noa verão, tive de deixar tudo isso de lado.

Não sei se voçê ainda está igual à foto, mas nessa você não perdeu todo o cabelo e está muito legal, quando eu estava como você tb não usava nada, mas quando ficava mesmo careca, sem um fio de cabelo, usava umas touquinhas que mandei fazer.

Mas cada um é diferente, o que interessa é você se sentir bem, ou no caso menos mal.

Estou torcendo por você, um beijo grande aqui de portugal.

Cláudia disse...

Aline, seu post está perfeito, cada um é o que é, e reage de maneiras diferentes as mesmas situações.

Continue com seu bom humor, careca ou com peruca, é ele quem salva seu dia.

Vou te dar uma sugestão. Já pensou em bordar a sua máscara? Super fashion.

beijos e melhoras