segunda-feira, outubro 31, 2011

Aonde vai parar a HUMANIDADE?

Nos dois sentidos da palavra, no sentido de grupo de humanos e de sentimentos humanos bons.



O assunto do dia hoje foi, sem dúvida, o câncer do Lula. Diante de milhões de comentários sobre o assunto e enquanto cidadã e portadora de câncer, me vi obrigada a também tecer meu comentário, que foi muito bem aceito pelos meus "amigos" do Facebook. Ei-lo: 

Lendo por aí muitos a favores e muitos contras o Lula se tratar pelo SUS, acho que devo contar um pouco de minha história: fui diagnosticada com câncer no início do ano e faço meu tratamento pelo SUS. Um tratamento muito digno e muito bom, muito rápido e eficaz. Tive problemas sim, com um médico irresponsável (FDP) que abandonou seus pacientes, mas acabei passando pra uma médica que é mais que humana, que é uma pessoa linda, em um hospital onde os pacientes todos são muito bem tratados com tratamentos igualmente dignos e rápidos. Confesso que algumas coisas tive que pagar, pois como me disse a moça da recepção certo dia "aqui tudo é urgente" e alguns exames demoram cerca de dois ou três meses pra serem feitos. Algumas vezes também tenho que enfrentar algumas horinhas de espera, nada que vá me matar, sendo que sei que a prioridade do hospital é para pacientes idosos e que estejam com a saúde mais prejudicada. Resumindo, não tenho NADA a reclamar do meu tratamento de quimioterapia que faço pelo SUS, mesmo assim acho que quem pode pagar por ele que pague, seja o Lula, a Dilma, a Hebe ou o Gianecchini. Mas acreditem, fazer pelo SUS não é um castigo como vocês estão imaginando.

Outro dia eu faço um post só sobre o que eu acho do SUS, mas hoje eu queria dizer mesmo que o que mais me espantou nessa história toda foi o número de pessoas que eu vi desejando a enfermidade e a morte a um igual. Sim, somos todos iguais perante a lei e perante Deus. O que leva um ser humano a achar que é melhor que outro ser humano e pensar que pode desejar a morte deste?
Isso doeu em mim. Doeu e assustou. Essas mesmas pessoas que desejam a morte de outras são pessoas capazes de matar, não duvido nada disso.


Sabe, não sei se pelo fato de ser uma portadora de câncer, e os portadores de câncer têm uma capacidade maior em se solidarizar com outros portadores de câncer, mas eu só desejo o bem e a cura a qualquer pessoa que sofra dessa e de qualquer outra enfermidade, seja essa pessoa um político, um artista ou uma pessoa comum como eu e todos os colegas que fazem tratamento pelo SUS ou particular ou por um plano de saúde. Talvez também isso seja “culpa” da criação que eu tive de “fazer o bem sem olhar a quem”.


Talvez também eu seja inocente demais e não consiga ser rancorosa e desejar a morte de um semelhante, por mais desprezível que ele seja.


Eu realmente não sei quem está errado, mas estou levemente desconfiada de que não sou eu, mas sim os que desejam “força ao câncer do Lula” ou a morte de outra pessoa.
Sério, estou embasbacada com essa situação. Estou besta de ver a ruindade do ser humano...

Aí volto a repetir a pergunta, aonde vai parar a HUMANIDADE?

Seria visionária demais pensar que ainda há esperança, que as pessoas ainda têm respeito umas pelas outras, independente de toda e qualquer diferença, que as pessoas consigam passar por cima de convicções tortas para ajudar ao próximo independentemente de visão política, religião, cor, ou qualquer outro fator “selecionador de seres humanos”?

Não sei se consegui me expressar como eu queria, mas tenho um pedido a fazer:

SEJAM MAIS HUMANOS. Olhem um pouco para o sofrimento alheio, ajudem ao próximo. Como dizia o poeta Gentileza: “Gentileza gera gentileza”, e vamos acreditar que pequenos sacrifícios e ações diárias transformam o mundo.

Fazer o bem faz mais bem pra quem o faz do que pra qualquer outra pessoa, acreditem.





Ps: Desculpem pela demora em postar alguma coisa, mas eu estava em uma fase em que não queria falar de doença. Prometo explicar isso em breve.

6 comentários:

Glauco fernando disse...

Sem tempo pra olhar pro lado... muitas contas a pagar... kkkkkkkk

edvaldo.p.campos disse...

É isso mesmo!
Sucesso!

Cammy G. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cammy G. disse...

Não é questão de morrer. FAzer uma campanha pra que ele se trate no SUS não é pra ele morrer, é só pra ter consciência de como andam as coisas na saúde do país. Esses exames pelos quais você teve que pagar pra não demorar deveriam ser feitos gratuita e rapidamente, esse médico fdp que largou os pacientes deveria ter a licença cassada, mas rola um descaso enorme. Não quero que ele morra, mas gostaria sim que os que são responsáveis pela saúde do país sentisse o que as pessoas que dependem do SUS sentem.

Marcella disse...

Ótimo post Aline! Até que enfim uma opinião sensata sobre o assunto! Parabéns, sua linda =)

C@rin disse...

Eu não quero que o Lula, a Dilma ou qualquer outra pessoa pública se trate no SUS, pois isso acabaria por tirar a vaga de mais pacientes que dependem única e exclusivamente do SUS.

Entendo o seu pensamento. Mas acho que ninguém estava, nessa "campanha", desejando o insucesso ou a morte do ex-presidente, apenas quiseram chamar a atenção para uma questão gigante que temos de resolver em nosso país.

Abraço,

C@rin