domingo, setembro 16, 2012

Lágrimas (??) de crocodilo...

Bem, a postagem anterior gerou bastante polêmica, muito burburinho, e alguns pedidos de desculpas, mas nada que diminua a minha vontade de justiça, ou que livre alguém da culpa. Fiz questão de mostrar aqui os pedidos de desculpas que recebi do Jhonatan e da Secretária de Saúde:


A intenção dele não era me ofender... aham, Cláudia... Bem, mas isso não vem ao caso. Mesmo não tendo ofendido só a mim, o pedido de desculpas dele veio pelo inbox, e mesmo eu pedindo pra ele se retratar publicamente ele não o fez. Eu fico imaginando, como será que ele trata aquelas pessoas humildes, simples, que não conhecem seus direitos? Só Deus pra defender, viu.  

O segundo pedido de desculpas veio da Secretária de Saúde:


Bem, certa feita estive eu em pessoa frente a frente com a dona Selma, com a portaria n. 55 em mãos, e ela riu da minha cara dizendo que isso não existe em Paranavaí. Falei pra ela que se tratava de uma portaria regulamentada pelo Governo Federal, e que eu não sabia que o que estava regulamentado federalmente necessitaria ser regulamentado também no município. Esse negócio que me ofertaram tudo diferenciado aí é mentira, até porque eu nunca quis nada diferenciado. O que meu laudo médico pede é somente transporte individual (por causa da minha imunidade comprometida) e hospedagem também individual, pelo mesmo motivo, nada diferenciado. Nunca quis tratamento VIP nenhum, como eles dizem.

Eu fui 2 vezes até eles pedir transporte, uma vez pra Londrina, ao que me informaram que a prefeitura não poderia disponibilizar um carro exclusivamente pra mim, e uma vez pra Curitiba, que eu tinha uma consulta marcada pra dali uma semana, e  o senhor Piola disse que eu teria que entrar na fila e ia perder a consulta, porque ia demorar. Eu tinha ficado 3 meses esperando o agendamento dessa consulta no STMO em Curitiba, acham que eu ia perder por incompetência da secretaria de saúde?

O DINHEIRO EM ESPÉCIE é repassado do Governo Federal exclusivamente para o pagamento das diárias dos pacientes em TFD, como descrito no último post. O que a secretaria de saúde faz com ele é o mistério, já que não o tem disponível para os pacientes.

 A terceira resposta foi a do prefeito:





Como pudemos notar, o prefeito é conivente com a situação de servidores públicos utilizarem sites de relacionamento/redes sociais durante o horário de serviço. Penso eu que, se a prefeitura escolhesse atender os munícipes através da internet, isso deveria ser feito através do site da prefeitura, em uma área própria para isso. Redes sociais, pelo que eu sei, são proibidas em repartições públicas. 
O prefeito insiste em dizer que a Secretaria de saúde não dispõe de recursos financeiros para pagar as diárias dos pacientes (que não chegam a 25 reais). Mas como a secretaria de saúde dispõe de recursos para enviar meia dúzia de pessoas para um congresso com absolutamente tudo pago para Maceió??? A dúvida ficou no ar... pelo visto a prioridade da secretaria de saúde é isso, e não os pacientes. Quantas diárias de pacientes poderiam ser pagas com o que foi gasto nessa viagem dos funcionários?


Eu sei que a cada dia que passa eu fico sabendo de coisas mais absurdas, inclusive de que a situação na secretaria de saúde está tão feia que nem o prefeito sabe de tudo que acontece por ali.
É o caso da senhora que foi levar o filho cadeirante pra Londrina, com 50 reais pra alimentação, chegou lá e o médico que a atenderia pelo SUS cobrou 50 reais e eles passaram o dia inteiro lá sem nem comer.
É o caso da vó da Bruna, que não conseguiu a cirurgia que o SUS deveria cobrir.
É o caso da mãe da Ana Paulinha que tenta um encaminhamento para um especialista com um problema grave oftalmológico, mas nunca consegue a consulta na UBS.
É o caso do menino que precisa de aparelho de surdez e só enrolam e enrolam.
É o caso do pai do menino que  morreu a espera de atendimento na Sta. Casa.
É o caso da tia da Nayara, que ligaram marcando a ultrassom da gravidez e a criança já tá com mais de 2 anos de idade.
Ou de outra amiga minha, que ligaram marcando um exame da mãe dela que já havia morrido.
O caso das colegas que tentam conseguir uma consulta com pediatra pra seus filhos, e percorrem uma ladainha pela cidade, de UBS em UBS, e muitas vezes voltam pra casa sem conseguir...

São só "casos isolados". Todos esses e mais centenas deles. Casos isolados. É isso que a prefeitura justifica...  

Até quando seremos palhaços nas mãos de pessoas que não tem noção do que é ter uma doença na família e depender de secretaria de saúde?
Eu acordei e nem consegui mais dormir, fiquei com tudo isso que eu escrevi martelando na minha cabeça. Como uma secretária de saúde dessas consegue ver tudo isso acontecendo, deitar a cabeça no travesseiro e dormir tranquila?

Bem, é isso...

Um abraço a todos. Força e fé.

4 comentários:

C@rin disse...

"Aos inimigos basta a lei."

Eu queria só que esta máxima fosse aplicada à população, pois nós, cidadãos brasileiros, somos tratados como inimigos. Por que será que os "poderosos" têm tanta raiva de quem deveria ser atendido pelos serviços públicos?

Como você tem frisado bem, só está reivindicando os próprios direitos, nada além disso, mas no Brasil temos uma grande falha na educação, não nos inteiramos de política, e acabamos sendo roubados o tempo todo, e quando algo que é nosso direito é cumprido pelos serviços públicos, achamos que é de graça, mas é muito bem pago, a cada instante de nossas vidas pagamos impostos, até mesmo para respirar.

Parabéns pela coragem de não se acanhar frente aos desmandos daqueles que deveriam servir à população.

Grande abraço,

C@rin

Laíza disse...

acho bacana que é SE eu ofendi. ou seja, na cabeça dele ainda não tem nada errado.

André Veiga disse...

Parabéns pela sua coragem. Você é uma lutadora, com uma coragem como poucas vezes eu vi

Mariana disse...

A coragem sempre tem que estar, e nunca podemos deixá-la de lado.
Eu tive um problema onde usei a minha, e depois tive que me calmar porque tinha turno num lugar de oftalmologia em curitiba e não adiantava estar nervosa.