quinta-feira, novembro 17, 2011

A falta de comunicação...

Hoje eu cheguei lá no hospital 7 horas da manhã, como de costume, pesei, tirei pressão e fui esperar minha consulta. 

Esperei, esperei, esperei...

Lá pelas 11 e pouco uma recepcionista me chamou e começou a inventar desculpas esfarrapadas e pediu pra eu voltar na segunda-feira que a médica não ia me atender hoje porque ela já tinha muitos pacientes pra atender, tudo com muitas desculpas muito esfarrapadas. Não entendi nada, mas comentei com a minha mãe: "quer ver que o povo da enfermagem confirmou minha quimio sem confirmar com a médica se era pra hoje mesmo?".

Porque minha médica segue a agenda dela rigorosamente, é competentíssima, mesmo que ela demore até meia noite no hospital.

Aí saí pra almoçar e encontrei a enfermeira chefe da quimio no restaurante e descontraí "ah, Mari, me deram o bolo hoje, eim" e expliquei pra ela o que aconteceu. Ela conversou comigo e foi comer, e acho que enquanto estava comendo pensou no assunto e assim que terminou veio me pedir desculpas, porque ela havia confirmado minha quimio pra hoje sem falar com a médica. 
Adorei a atitude humilde dela, assumir que cometeu um erro e pedir desculpas. É uma atitude linda e muito profissional.


Saindo do restaurante encontramos a médica que pediu desculpas também, mas que na agenda dela tava marcado segunda-feira e ela não sabia que eu vinha hoje e que a enfermagem havia confirmado a quimio pra hoje sem falar com ela. Eu tava com um probleminha de um inchaço misterioso e ela alí no meio da rua olhou e me tranquilizou quanto a isso.



Conclusão: a comunicação entre as equipes do hospital é de extrema importância. Nós gastamos com viagem, com comida, tivemos desgaste físico e mental com toda essa situação.

Conclusão número 2: pra que mentir assim, eim, senhora recepcionista? Você está lidando todos os dias com pessoas doentes e que precisam de mais respeito e consideração.

Conclusão número 3: Profissionais competentes assumem seus erros e se retratam por eles.


PS: o que mais me doeu é que isso tudo me fez lembrar de todo aquele pesadelo que vivi em Umuarama.



Bem, só quero deixar mais uma diquinha,  o link de uma cartilha do INCA sobre os direitos dos pacientes com câncer. Estou especialmente interessada no TFD (Tratamento Fora do Domicílio), que antes de a Alline comentar comigo eu nem sabia que existia. http://www.inca.gov.br/inca/Arquivos/Titulos/DireitosDireitosdoPacientecomcancer2.pdf.pdf




Um grande abraço a todos.

4 comentários:

Anônimo disse...

Olá, aline... sou repórter do jornal Gazeta do Povo e estou fazendo uma reportagem sobre um relatório que aponta a demora no tratamento oncológico no Brasil e no Paraná. O levantamento mostra que nem todos os pacientes que precisam de radioterapia e cirurgia conseguem... queria saber se posso entrevistá-la e se vc conhece outros pacientes que estão com dificuldade de conseguir tratamento e podem falar comigo... obrigada
katiab@gazetadopovo.com.br

Anônimo disse...

Achei um forum bem interessante sobre saude, e nele tem uma area so para assuntos voltados ao cancer.
Muito bom, curti bastante, um lugar bom p/ fazer perguntas e dar respostas para pessoas com cancer.
o nome do site eh eu paciente ( eupaciente )

o link sobre cancer eh

http://eupaciente.com/viewforum.php?f=21
http://eupaciente.com

Anônimo disse...

Bom diaa. sumiu???

Camilla disse...

Olá Aline, sou Camilla do blog: Eu e o Hodgkin. Acabei de ler toda sua história, realmente é muito indignante o que vc passou...mas enfim...bola pra frente...agora vc está na reta final e rapidinho estará livre de tudo isso. Qualquer coisa pode gritarrrr....já passei por um bocado de coisas e sei bem como é cada fase dessa!!! Vamos que vamos!!! Fé e força sempre!! Dias melhores sempre virão!!! Deus te abençoe!!!